HOME
APRESENTAÇÃO
AGENDA
ESPECTÁCULOS
BONECOS SANTO ALEIXO
ADÁGIO
BIME
ENCONTRO TEATRO IBÉRICO
FORMAÇÃO
LOJA
CONTACTOS
EM CENA BREVEMENTEHISTÓRIAPESQUISA
 
ANO
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010
2009
2008
2007
2006
2005
2004
2003
2002
2001
2000
1999
1998
1997
1996
1995
1994
1993
1992
1991
1990
1989
1988
1987
1986
1985
1984
1983
1982
1981
1980
1979
1978
1977
1976
1975
ESPECTÁCULOS
Balanço da Actividade 2013
Mister Paradise e Outras Peças Curtas
MOSTRA DE TEATRO DE MAMULENGO
MOSTRA DE TEATRO GALEGO
MOSTRA DE TEATRO JAPONÊS
Worshop sobre Bonecos de Santo Aleixo

Balanço da Actividade 2013
Cendrev
Cendrev
Balanço de actividades/ 2013
 Estamos a preparar os ensaios da nova produção da companhia que começam já no próximo dia 27, mas agora é o momento de tornar público o relatório da actividade que realizámos em 2013. Ainda que a cultura continue a ser o parente pobre do Orçamento de Estado, não deixámos de contribuir, com enorme esforço é verdade, para a manutenção da vida cultural da cidade património mundial e intervir na região, no país e no estrangeiro. Garantimos a obrigação do cumprimento de serviço público.
Embora o financiamento do Cendrev tenha sido reduzido em mais de 71% nos últimos quatro anos, uma brutal redução que nos está a obrigar a funcionar num quadro de enorme precariedade, conseguimos concretizar um assinalável programa de trabalho que contou com parcerias com a Universidade de Évora, Zorra Produções Artísticas, Alma D’Arame de Montemor-o-Novo, Museu da Marioneta de Lisboa, Grupo Pró-Évora, SOIR - Joaquim António de Aguiar, com a colaboração da Câmara Municipal de Évora e de algumas empresas da cidade, o apoio de alunos que realizaram os seus estágios na companhia e finalmente contámos também com o importante financiamento comunitário, através de duas candidaturas: “Bonecos de Santo Aleixo – Um Património a Preservar”, que se mantém até final de 2014 e “CULTURBE”, que terminou no final do ano.
Em 2013 o Cendrev realizou 73 representações, das quais 43 em Évora e as restantes em digressão, que levaram a companhia ao Alandroal, Arraiolos, Barrancos, Beja, Braga, Campo Benfeito (Castro Daire), Coimbra, Covilhã, Estremoz, Faro, Flor da Rosa (Crato), Lisboa, Portel, Ravena (Itália), Salamanca (Espanha), Santiago do Cacém, Valência (Espanha) e Vila Real. Ao conjunto de espectáculos apresentados pela companhia assistiram 4.828 espectadores. A companhia efectuou este conjunto de récitas com os espectáculos – “Mister Paradise” de Tennessee Williams; “Vou ou não vou esta noite ao teatro” de Karl Valentin; “Falar Verdade a Mentir” de Almeida Garrett e com os Bonecos de Santo Aleixo. 
  
Para além dos espectáculos da companhia, o Cendrev acolheu em residência no Teatro Garcia de Resende um projecto teatral do Grupo Faísca e recebeu, no âmbito do projecto CULTURBE ou através do programa de intercâmbios, as companhias: ACTA – Companhia de Teatro do Algarve; Escola da Noite; Baal 17, Cena Lusófona, Companhia de Teatro de Almada; Companhia de Teatro de Braga; Lendias D’Encantar; Olga Roriz; Peripécia Teatro, Teatro das Beiras; Teatro Extremo e Teatro do Montemuro. Organizámos uma Mostra de Teatro de Mamulengo (Brasil), uma Mostra de Teatro Galego, projecto designado Troco X Troco que envolveu quatro companhias galegas e quatro portuguesas, uma Mostra de Marionetas Japonesas e a 13ª edição da Bienal Internacional de Marionetas de Évora – BIME que, para além da exposição de um espólio do Museu da Marioneta e do Seminário Internacional com o tema “Que museu para os Bonecos de Santo Aleixo”, trouxe a Évora 21 companhias que apresentaram 77 sessões no Teatro Garcia de Resende e em diversos locais do centro histórico.
Ao longo do ano de 2013 realizámos, organizámos e acolhemos em Évora 170 sessões com o envolvimento de 33.258 espectadores, nestes números contabilizamos os espectáculos da companhia, os programados pelo Cendrev e as 20 cedências decididas pela Câmara Municipal. No âmbito do trabalho de formação e sensibilização de novos públicos a companhia, para além dos apoios e empréstimos de material técnico e guarda-roupa, realizou um Workshop de 30 horas e organizou 16 visitas guiadas ao Teatro Garcia de Resende onde participaram 453 pessoas, nomeadamente jovens.
Mais um ano carregado de dificuldades para os trabalhadores do Cendrev que mantiveram, com toda a dignidade, este projecto teatral que nasceu com a revolução de Abril, cujo 40º aniversário iremos celebrar este ano que esperamos seja também a abertura de uma nova página na relação do município com os agentes culturais.
 

 
©2006 - todos os direitos reservados a CENDREV - realizado por: EGODESIGN